Pages - Menu

17 de ago de 2009

Do nada ao lugar algum


Os raios de sol penetravam intensamente pelas frestas da cortina desgastada, do quarto pequeno e infantil, decorado em diversos tons de verde. O relógio da cozinha marcava 14h e 15 min, mas o tempo era o que menos importava naquele mundo de um único personagem em carne e osso. A falta de vento não constrangia a inocente fantasia que ali se instalava. Cansada dos cálculos do dever de casa, a menina que lá se trancou, não convidou o mundo real para sua brincadeira particular. Em meio a chás imaginários e beijos de novela entre bonecos que habitavam o terceiro andar de sua prateleira no armário, a pequena morena ria da audácia de seus companheiros. Em seu refúgio, ela era gente com voz, gente de idade irrelevante. Os olhos castanhos transbordavam uma alegria palpável. A multicoloração de suas idéias a deixavam tão feliz, que a satisfação não cabia no corpo miúdo.

9 comentários:

IsaBella MenSant! disse...

Hum... Te vi num comentario da magem, fiquei curiosa e aqui estou [lalala]
Adorei o blog, e o post é uma lindeza!! Congratulation's


XerOo

meus instantes e momentos disse...

lindo blog, ótimo post, lindo rosto. Gostei daqui.
Maurizio

Paulo Tamburro disse...

DESCULPE , MAS VOCÊ COM TODO RESPEITO A SUA TERRA E SUA GENTE, PORÉM O SEU LUGAR É NO RIO DE JANEIRO.

AÍ VOCÊ É PEIXE FORA D'ÁGUA.

DESCULPE!

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Alice Brasil disse...

Um adorei o texto, cada detalhe, ele tem uma profundidade, vc está cada vez melhor e é de coração.. vc vai longe.


Beijos!!!

Meg Macedo.

Márcio Neves disse...

Parabêns pelas belas palavras unidas à belas imagens!!!

Ilana disse...

Oi Isa, a casa está aberta, pode voltar sempre que quiser..

abrs

Ilana disse...

Maurizio.. fico feliz que tenha gostado ;)

Ilana disse...

Valeu Meg.. adorei escrever esse texto, acho que por isso a "intensidade".

Abrs, moça

Eduardo P.L disse...

Ilana,

não só seu texto como o blog como um TODO é muito bom!

Obrigado pela visita e comentario no Varal.

Volte sempre!