Pages - Menu

15 de jun de 2009

Lar sem nome- Tertúlia Virtual


Sou peixe em mar aberto, nadando sem lenço e sem documento. Minha casa é residência quando o silêncio se faz presente. O barulho só entra quando convidado, geralmente acompanhado por minha própria falação.

Durmo e acordo em espaços diferentes, apesar do corpo permanecer parado. Aonde pertenço? Pertenço ao lugar algum, aquele que me acolhe quando faz sol e preciso de uma praia, quando chove e quero um bom livro, quando estou triste e necessito de dengo. Aquele que quando eu quero é minha morada sólida e sem muros, minha bonita casa multicolorida, lar sem nome, no entanto, lar, doce lar.


http://tervirtual.blogspot.com/

7 comentários:

Ex-critor disse...

Bonitinho, incluindo a ilustração...

Eduardo P.L disse...

Concordo com o Luiz, seu blog é muito cuidado. Obrigadopor participar!

Eduardo P.L disse...

Você foi FOTO DO PERFIL, recentemente no Varal! Você sabia? És uma VÍTIMA em potencial! srsrs

Bjs

Sabrina Davanzo disse...

Ei, que lindo seu blog! Adorei.. achei vc lá no varal! :)

Beijos!

Ilana disse...

Oie Sabrina.. bem vinda a casa ;)

jugioli disse...

Adorei o seu endereço, a casa pode ser qualquer lugar.
também sou sua vizinha, por pensar e dividir essa mesma possibilidade.

desculpe o atraso, mas só agora com possibilidade de ler com calma.

@dis-cursos

Compondo o olhar ... disse...

desculpe o atraso, mas estava impossibilitada por causa de uma cirurgia. mas agora estou bem e retornei!!!
parabéns, adorei sua participação em mais esta intrigante tertulia!!!

bjocas