Pages - Menu

6 de dez de 2009

Só por hoje


Hoje eu quero me destemperar de você e engolir os meus próprios pedaços

Hoje não vou planejar, não vou esperar...

Hoje eu acordei só minha e quero me comer de lado, de frente, de cabeça para baixo

Hoje as minhas unhas estão feias e o cabelo desgrenhado, mas o espelho mostra...

Mostra-me em essência; nua e crua




Hoje eu quero a diversão particular, quero cansar da minha própria presença

Quero sentir o líquido frio correndo pelo corpo morno, em um choque sem atrito

O hoje pede água do poço, pede a não rima

Que neste dia me sobre a incongruência

Que este dia seja um não dia





Hoje... hoje é domingo, pede cachimbo.





2006

4 comentários:

Priscila Rôde disse...

Eu AMEI esse textoooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Daysiane Figueiredo disse...

=D=D=D=D=D Doreeeii, super demais!

Alice Brasil disse...

Ilana, se não fosse as aulas de semiótica. Mulher o que vc quis dizer com essa frase? "... Hoje eu quero a diversão particular, quero cansar da minha própria presença

Quero sentir o líquido frio correndo pelo corpo morno, em um choque sem atrito..."

Beijos!!!

Ilana disse...

Quem souber morre.. hauhahuaa